Breastmilk, o filme

Acho incrível pessoas que advocam pelo direito de se nascer naturalmente. Grupos de mães, enfermeiros, médicos e agora documentaristas que aproveitam o meio para divulgar verdades e desmentir tabus e conceitos que foram criados por outras pessoas e profissionais mal informados e até mesmo mal intencionados. Aqui O Renascimento do Parto (de Eduardo Chauvet) que estreou ano passado mostra como é a realidade brasileira. Mas bem antes, em 2007, a dupla de produtores Ricky Lake e Abby Apstein já alertava para o mesmo problema que virou a indústria do parto com o documentário The Business of Being Born.

Agora é deles o que parece ser outro incrível documentário, o Breastmilk lançado agora em maio em NY.

 

 

Eu não sei como foi para outras mães, mas amamentar foi uma das coisas mais dificies que fiz na minha vida. E se eu não tivesse tido o apoio de um pediatra que segue linha humanizada, de uma consultora e de grupo de apoios a amamentação (assim como meu paciente marido) com certeza o Gael teria tomado formula, infelizmente.

(mas felizmente ele mamou exclusivamente até os 6 meses)

É por essas e outras que celebro a coragem e a vontade de pessoas como Ricky Lake, Abby Apstein e muitas outra que divulgam, esclarecem e ajudam milhares de crianças a nascerem e crescerem da melhor maneira para elas: naturalmente.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s